PEDAÇOS... 

SUELYDAM

 

 

(BASEADO NO TEXTO "METADE"

DE OSWALDO MONTENEGRO)

 

 

Que a força do medo que eu tenho,

não seja maior do que o amor que eu sinto!


Que a morte de tudo em que acredito

não maltrate meu coração,

ao ponto de me arrastar ao abismo negro

das falsas ilusões,

 

 

Que a música que eu ouço ao longe,

seja sinfonia, seja cálida, traga seus suspiros,

 

 

Que o homem que eu amo seja sempre querido

mesmo ao longe, porque partida tem estação de desembarque,

mas saudade só se mata na chegada, 

 

 

Que minhas palavras não sejam como papel picado que o vento leva e esparramadas pela terra,

 

 

sejam apenas ouvidas,

sejam sentidas e inunde você de mim,

 

porque eu sou aquilo que sinto

e não aquilo que faço

  

Que a minha vontade de ficar

seja maior que minha vontade de ir

porque quando você não vem,

eu não quero ficar aqui.

 

Essa tensão e medo de perder

que me corrói por dentro, um dia passa,

 porque mesmo não sendo meu

sei que estás aqui.

 

que metade de mim é o que eu quero

e a outra metade é o quanto te quero,

 

que o medo da solidão nunca chegue

e que eu me ame na medida em que te amo,

 

que o espelho seja meu eterno conselheiro

E que seja retrato fiel de mim mesma.

 

 

Porque metade de mim esta dentro dele

e a outra metade, não sei.

 

 Que o meu silencio grite sempre

e que você ouça!

 

Porque senão eu me perco

e não quero que isso ocorra.

 

Eu sou simples!

Eu floresço sempre!

porque metade de mim é palco

mas a outra metade não.

 

E que eu seja sempre amada, 

 que minha loucura seja vista e nunca perdoada

 

Porque metade de mim é você

e a outra metade...

 

também...

 

  

 (SuelyDam)

 

 

(Baseado na poesia Metade de Oswaldo Montenegro)

Escrita por SuelyDam

Espero que ele nao fique furioso comigo, rs