AVE MARIA!
(ZzCouto)
(Humberto Poeta)

 
São seis horas! É tardinha...
Surge a noite, ouço ladainha.
Cânticos e vozes, belo coral,
é a Ave Maria, oração inicial.
 
Qualquer de nós, ZzCouto,
ao soar a sexta hora,
seja humilde, seja douto,
dobra os joelhos e ora!

 
Veneram a imagem do Criador,
enviam mensagens de louvor.
Homenageiam a Mãe Bendita,
Maria, o mundo em ti acredita.
 
Te agradecemos, Senhor,
num vibrar que nos seduz,
todo aquele imenso amor
que nos dá a Mãe de Jesus!

Suavemente, as vozes vão calando...
As luzes aos poucos se apagando.
Só Deus pode auscultar,
almas silenciosas a meditar.
 
A tarde vai se apagando,
e da lua o brilho fosco
é o olhar de Deus chegando
para vir rezar conosco!

 
A noite se enche de Graça,
irradiante vibração de fé repassa.
Formando corrente Divina,
a prece que Maria nos ensina.
 
E quando da noite o véu
silencia a nossa voz,
Maria desce do céu
e abençoa a todos a nós!
 

 
RJ - 20/05/14
SP - 26/05/2014