Alguma razão há...


Quantas vezes vi a neve chegar...
cobrir os campos,
gelar a água
dando ordem para tudo aquietar.
A natureza
entra num respeito silencioso
que, com certeza,
alguma coisa está a nos ensinar...
Quem sabe
para aguardarmos
quando estiver difícil
de suportar?
Cada movimento,
observo...
e com honestidade,
confesso,
D'us está lá!
Com Seu Consentimento,
em lenta madrugada
vejo o dia chegar...
Como é belo acompanhar
todas as aves colocarem-se
nos galhos das árvores
e quando surge um sol imenso
saem em revoada!
Talvez a nos mostrar
a obedecer
quando o Mestre
mandar
porque em tudo,
alguma razão há!
rivkahcohen
 



Aviso!
Rivkah Cohen


Assim será...

Diz o Bawashakrah que
quando Saturno
faz um aspectário tenso com o nosso Sol natal,
não adianta tentar resolver
nenhum problema nesse momento,
pois só vai se aborrecer!
E é verdade!
Caramba! Achar uma roupa para mim,
é a coisa mais fácil que tem,
pois o manequim não é 50, nem 38
e todo mundo sabe
que chega chover roupas, manequim 42,
mas nesse aspectário não!
E o pior é quando você se encanta
com um modelito
e TEM 42,
chega você até estranha,
mas...
eu disse mas,
não tem a cor que você quer!
Se você tiver
um compromisso nesse pináculo,
ihhhh é melhor esquecer,
pois você coloca tudo que é roupa
que você já comprou,
exatamente, porque amou,
mas nessa hora,
AV!
Veste, se olha e tudo fica horrível!
Até que já exausta
resolve:
Pronto, é esse e acabou!
Não!
Não acabou!
Cadê aquele sapatinho
que vai combinar perfeitamente com o traje?
Sumiiiiiiiu!
Pode revirar que
n ã o a c h a !
E sempre aparece alguém
para te sugerir um outro!
Sabe aquele olhar que fuzila?
É...
é ele mesmo!
Agora, faz um teste..
Deixa passar essa fase
que assim,
num passe de mágica,
você nem está mais pensando nele
e correndo os olhos distraidamente,
o que você vê?
O próprio!
Num cantinho que você esqueceu
de procurar!
Portanto,
se você estiver passando por algo semelhante,
NÃO FORÇA!
Deixa passar
porque tem ainda que se lembrar
que aborrecimento estraga a pele!


Subi
escada correndo,
meus olhos quase não vendo
de tanto chorar.

Enxuguei
e ao te ver,
sorri,
te abracei,
como se estivesse te protegendo
e era eu
que não conseguiria suportar.

Dobrei esquina
querendo ser menina
ou ter algo para me apoiar.

Ei,
não sou forte como pensas.
É mais provável me ver desabar,
mas diria que gripei,
que foi sereno
para que não visse que o medo
também vem me visitar.

Ao cair
pude constatar
que ajuda pra levantar,
o mundo não dá
e se quiser
que se coloque de pé.

Foi então que decidi
que para sempre
seria assim
e
assim será.

Verás
ou ouvirás contar
que me viram sorrir
momentos antes
de para sempre tombar..