MEU ETERNO AMOR!...

 

Vem viajar comigo para perto do sol,

Deixe os raios aquecer nossa paixão

Tornando-nos amantes insaciáveis...

Vem junto comigo, em meus braços,

sentir todo o romantismo da lua, o que ela nos fala...

cochichar, um ao outro,

nossos segredos mais profundos...

 

Doce nosso amor!...Instantes vividos eternizados...

Entre o aroma das flores, a brisa do mar,

Como é bom te amar, sentir tua pele,

abraçar-te, beijar-te, sentir-te parte de mim

em tua entrega mais profunda...

Vem comigo escrever nossa história!...

Expor nosso calor, levar nosso exemplo aos apaixonados,

esperança aos que sofrem por falta de um amor...

 

Minha pele é tua...Meu tato, só quer você!

Meu paladar, o gosto de seus lábios!

Doce néctar de mel suave extraído deste coração,

que quero só para mim, possua-me!...

Faz-me teu escravo, teu único companheiro,

pois tu és meu único pensamento!...

Para ti entrego-me em todo,

Viajemos entre as fontes límpidas da natureza

Que certamente se confundirá

com a pureza de nosso sentimento.

 

Entrega-te a mim como me entreguei a você,

Dei-me as chaves de teu coração

tal como lhe dei as minhas e joguei as copias

ou segredos na profundeza do mar,

Para que só você possa possuir.

Com você venço tudo, sem você sou vencido por tudo,

Tu és minha força maior...Minha luz, minha vida e,

Quando aqui não mais estivermos...

Entre as estrelas vamos nos encontrar e,

de lá, inspirar a todos os corações apaixonados,

Pois és meu eterno amor!...

 

Paulo Nunes Junior

Bertioga

05/03/2006

 

 

 

Amor carente

 

Paulo Nunes Junior

 

Ah este sentimento que dói na alma torna-se peregrino em busca de verdades de pares

 

Este que me toma por vezes transformando meu sorriso em lagrimas

 

Despojando minha alma entregando-me ao charco das lembranças do passado ingrato

  

Retira-me as forças deixa-me lançado ao chão mergulhando ao poço infinito

da busca do calor do beijo deixado da lembrança que outrora me fazia astro

Nesta carência que domina a alma que faz companhia a lagrima solitária

ao sono que se torna instrumento de fuga

 

Se fores tu amor o balsamo das dores quando abandonas o coração

 ao relento torna-se o pior dos carrascos a perfurar as entranhas 

lançando ao vento do esquecimento o que foi constelação de luz e estrelas

 

Toma-me nesta carência absoluta, mas reina pouco deixa tua marca,

mas abre meu coração e alma novamente para a esperança o sorriso o calor.

 

 Vem e faz teu papel, pois não tem força capaz de evitá-lo,

mas ao perceber que mesmo assim vencido não fui devolve-me enfim

o amor puro forte e senhor de tudo, coloca ai então a carência nas geleiras do tempo.

Pois para ti vivo contigo faço minha historia e por ti morrerei!

 

Paulo Nunes Junior

 

São Paulo /Brasil

 

 

 

 

TERIA SIDO SONHO?!...

 

Tarde de verão jamais esquecida,

enfim você voltara!...

Em teus braços me senti um deus,

viajante entre as estrelas...

No sabor dos seus lábios bebi do néctar do amor,

Teu cheiro, tua pele, nossos corpos entrelaçados

Palavras ditas em sussurros!...

Éramos um...

Um em um só sentimento um só coração,

 

Quanto esperei pelo teu retorno!...

Quantas noites mal dormidas,

quantos desejos retraídos...

Os pensamentos vagavam

 

pelo infinito a tua procura

O querer tocar, sentir, estar a teu lado...

Como resposta o vazio, o silencio!...

Uma dor no peito, a solidão, a distancia...

 

Agora chegas de mansinho

E me vestes de luz e amor, por você renasci,

Vem entra dentro das minhas entranhas toma conta de mim,

Faz-me teu Eu, deixa-me ai, no teu interior,

 

Ah se pudesse pedira aos céus

Para que teu cheiro impregnasse em mim

Penetrasse em minha pele, assim te sentiria

A cada instante de minha vida!...

Vida que nada mais vale sem tua presença,

Sem teu amor, não seria mais eu...

 

Ter você em minha alma, em meus lençóis,

Foi o mesmo que receber em um só instante

Como presente dos céus, todos os planetas,

Todas as estrelas, todas e flores,

Todas as águas e territórios...

 

Agora tenho você, aqui, dentro de mim!...

Tenho o universo em meu coração

 

PAULO NUNES JUNIOR

Bertioga

8/01/2006

 

 

Créditos :

Arte  e Formatação  SuelyDam