Nancy Cobo

 


Saudade de Você

Nancy Cobo


Tanto tempo sem te ver
sem saber de você
Como você está?
Você sente minha falta?
Você quer noticias minhas?
sinto demais tua falta
depois de você ninguém, ninguém mais...

Saudade de você
de sentir você me fazendo carinho
deslizando tuas mãos nas curvas
desse corpo que é só teu

Saudade de você
de sentir você dentro de mim
Me fazendo tua mulher

Saudade de você...

 



Te Desejo

Nancy Cobo

Te Desejo em todos os sentidos
quando deito e você não está ao meu lado
penso em tudo o que sentimos
e chego a sentir tuas mãos passeando
pelo meu corpo, sinto teu cheiro,
o gosto do teu beijo, nesse momento
pensando em você eu chego ao êxtase.

Quando você chega e me convida para tomar banho
a água começa a bater no meu corpo,
você vem passando levemente
o sabonete escorregando pelos meus seios
massageando meu ventre , quando enfim
chegando nas coxas, você suavemente
ao abri-las faz com que o doce mel seja bebido
e depois nesse banhar tudo acontece.

Te desejo
tu me realizas
nós nos amamos



 

Amor é

Nancy Cobo

Brilho nos olhos,
Sorriso na face,
Saudade do beijo de amor
Do toque no corpo que dá o arrepio,
trazendo junto o desejo, o tesão

A completa vontade de estar junto,
De sentir as mãos deslizarem pelas curvas do corpo
num cadenciar de carinhos, apertos,
arranhões, beijos quentes, abraços apertados
chegando ao encontro perfeito
entre dois corpos , e dois corações
batendo num só compasso,
nesse exato momento me perco dentro de você
e você se perde dentro de mim...

E num bailar sedentos de amor
de amar, de ter na pele o cheiro do amor.
Da vontade de sugar o mel,
Que escorre por entre os dois corpos,
que não se cansam de se procurar
pois há muito já se encontraram.

Ao olhar para dentro de mim você me amou me sentiu, me fez tua mulher.
E ao olhar para dentro de você me achei te amei, foste e é o meu homem.
 

 

 

Internet um Bem Que Faz o Mal

Nancy Cobo

A Internet é um bem que faz o mal, principalmente quando se tem, deduções, interpretações erradas sobre o que se escreve e quando por um lapso se coloca a virgula em lugar errado... .

Ao escrever algo temos que ter certeza sobre aquilo que está escrito.
Acusar alguém de falar mal, de apropriação de obras , de poemas, é sério demais .
Utilizar de nomes de pessoas que falaram..., é pior ainda.

Nunca devemos defender uma Bandeira acusando alguém.

Existem pessoas que esperam uma oportunidade dessa para tomar as dores seja lá de quem ou do que, usam nome falso prejudicando pessoas tanto do lado da que recebe , quanto do lado do nome de quem envia.

A Internet causa um mal danado quando tentam denegrir a imagem de alguém, para isso temos que ter prova sem ela precisamos tomar muito cuidado no que escrevemos e soltamos no mundo.

A Internet faz um Bem danado mesmo através dessa telinha nos permiti estar mais perto do amigo, por mais que esse amigo esteja longe que todos os dias nos envia um Bom Dia, uma Boa tarde e Boa Noite, Um Oi, nos dá uma alegria imensa quando estamos um pouco ausente, e recebemos um email de alguém se preocupando e sentindo a nossa falta.

Ah! como a Internet é boa quando bem usada.
Ah! quantas pessoas você já recebeu em seu email e se tornaram GRANDES amigos , aqueles em que começamos a chamar de irmão escolhido pelo coração. e pasme sem mesmo ter tido a oportunidade de olhar nos olhos..;
Quantas pessoas do nada se tornaram as mais importantes da nossa vida.

Porque Não usar a INTERNET assim, com amor, respeito, carinho, admiração e acima de tudo com a consciência de que as diferenças existem e devemos aprender a lidar com elas.
Nunca se esqueçam que os dedos das mãos não são iguais , portanto o ser Humano não pensa igual.

 

 

Poema Sem Nome

Nancy Cobo

Venho morrendo aos poucos por dentro
daqui a pouco nada mais vai restar no meu interior.

Tanta mágoa, lembranças que vem e que
abrem cicatrizes que não fecham,
só queimam, doem e fazem
as lágrimas lavarem meu rosto

Há dias venho tentando esquecer o que me assombra
Mas não consigo e cada vez mais sinto perdendo
a vida, num pedaço do meu interior

A vida para uns é só alegria, mas para outros
tristeza é agonia, desilusão, é ver uma filha
sofrer e nada, nada poder fazer.

Às vezes olho em volta e vejo uma estrada
com muitas árvores, olho o céu e me dá
aquela vontade de seguir em frente com a roupa
do corpo e tentar viver
sem medos, sem dor, sem angustia
Mas sei que não conseguirei, pois não sou mulher de
correr da raia sou guerreira.

Venho morrendo aos poucos por dentro...