HOJE!
Naidaterra


Hoje, estarei com você...
Estou completamente extasiada, ansiosa para
afagar este meu desejo que chamo de vida...
Meu corpo é tudo que cheira amor, é a brasa
do lume, é brilho, é pétala virgem desabrochando
para sentir o primeiro raio de sol...
Hoje, estarei em teus braços...
Teus lábios, docemente quero tocar e em teus
olhos mergulhar indo ao encontro de tua alma e
declarar todo o meu amor, minha paixão insana,
meu anseio faminto e minha sêde
implacável de sentir você.
Hoje, meu coração estala e grita...
Amo-te, amo-te tanto e tanto que não há amor maior
que o meu em qualquer lugar do mundo...
Quero fazer-te sentir toda a intensidade deste
meu amor que tem a leveza dos
aromas de todos os amores já vividos e todos
os encantos do meu Ser te darei para que
seja um eterno movimento em sua vida...
Hoje, darei a você meu amor ingênuo, límpido,
despido de qualquer dor, um sentimento
sem nenhuma súplica...
Hoje, serei tua...
Depois, fascinação..

 



UM ENCONTRO DE AMOR
Naida Terra

Tarde de outono quente,
nós dois nos entregamos
sem nada dizer...
Sons de gemidos e a melodia,
as batidas dos nossos corações...
Descobrimos em doce devaneio
o nosso melhor passeio
a derreter-se em ais e mais...
Lindos tempos já passados
que não vão mais voltar,
mas as recordações serão
sempre um acalento para
o meu terno coração...

Naida Terra

 



Brincar de amor...
Naida Terra

Voltas dei ao mundo para
tocar teus lábios, segurar
tua mão... te amar...
Remexi uma terra agreste
e plantei flores que feliz
colhi e dei p'ra você...
Diversos vestuários usei
em pantominas, ao mundo
eu dizia, estou aqui com você...
Mas a vestimenta de palhaça
se fez presente, caiu meu
mundo, não me amava,
brincava de amor comigo...
Beijava meus lábios pensando
estar beijando outros que não
podia ter...
A dor me fez esquecer você,
nem mesmo me lembro da
cor dos teus olhos, decidi
te apagar para sempre, sem
lembranças de uma triste
e falsa realidade...
Meu coração te diz "não",
você perdeu para sempre o
amor que um dia dei
voltas ao mundo para lhe dar...
Brincou demais com um coração
que era só amor...

Naida Terra