Enigma

 

O que há atrás deste meu olhar?

não há cercas,

nem quintais,

nem arvoredos,

não há algemas,

carceragens

nem mais meu próprio medo.

O que há atrás deste meu olhar?

não há sonhos florindo,

nem sol surgindo,

para a vida encantar.

Não há canção,

nem ilusão,

não há razão,

nem a doce brisa do mar.

O que há atrás deste meu olhar?

Não há terras distantes,

suspiros ofegantes,

nem saudade do amante,

que fez a carne afoguear.

Não há mais céu

nem mais estrelas,

não há vida,

  nenhuma certeza,

além deste meu questionar:

O que há?

O que há atrás deste meu olhar?

Nádya Haua

Direitos autorais protegidos

http://www.simplesmente.poeta.nom.br/enigma/enigma.htm

 

 

Louco Desejo

 

Meu Deus!

Sinto a alma afogueada

e em chamas,

o corpo à beira do pecar.

Sinto a navalha do cio

rasgando-me a carne

e vejo rubro,

o sangue

a tingir a pele

que por outra grita em silêncio.

Deus!

Eu sei,

eu não posso,

mas, o inferno é logo ali

à direita de quem segue em frente

sem nenhum temor sentir.

O inferno está na face

nos olhos

nos lábios

no olhar inocente

que conquista

que agita

a loba feroz dentro de mim.

Deus!

Mostra-me o atalho

a estrada

o caminho.

Livra-me da chama

que queima e, me chama

num doce convite, ao trair

nesse louco e desvairado desejo

dia a dia a me consumir.

 

Nádya Haua

Direitos Autorais Protegidos

http://www.simplesmente.poeta.nom.br/louco/louco.htm

 

 

  

Droga de Amor

 

 Teu amor é uma droga

é álcool que embriaga

é erva que alucina

é um êxtase que endoidece

é o drink  que me aquece.

Teu amor é cocaína

refinada

pura anfetamina

a envolver-me na emoção.

Ele é tudo o que não presta

mas não estou em condição

sou totalmente dependente

e dele não abro mão.

Teu amor é uma droga!

viciou meu coração!

 

Nádya Haua

http://www.simplesmente.poeta.nom.br/droga/droga.htm

Direitos Autorais Protegidos