Carta de amor


Em linhas não tão delineadas...

Não são retas, não são curvas...

Em palavras não pensadas, só sentidas,

elas vem tão cheias de paixão,

de vida.


Querem tudo dizer...

E vão entre linhas saltando...correndo,

prá você tudo dizer, tudo mostrar...

Mostrar o amor que sinto,

a paixão que me explora o coração.


Nessa carta de amor,

te digo o que com gestos Já te mostro,

são escritas com a cor da paixão.



Nas folhas de papel transparente,

delicadas como o que te escrevo.

Nessa carta de amor declamo,

Te conto todo o meu amor

 



Bordado de nós

 



Somos um nó...

Eu e você...

Nós.


No tecer dos sonhos,

Bordei você...

Costurei meus sentimentos.


No coração cerzi pedacinhos machucados.

Em um bordado delicado

Ficamos juntos...


Com cores harmoniosas em fios transparentes

nos confundimos

em uma dança leve.


No tecido da alma,

um brilho de lua...

No tecido do corpo, como cetim...

Gotinhas de amor.


E no bordado tão bem desenhado

nos mesclamos

em comunhão de pura sedução.

 

 

 

Pensamentos da Alma

 

 

No silêncio de meu quarto deixo minha alma flutuar.

Com ela vai meus pensamentos

Lá longe te encontrar.

Entre tantos pensamentos

Uns tristes, outros alegres

penso esses tão bem guardados,

são eles com você,

que sempre foi o meu bem querer.

Nos pensamentos dessa alma

busca um refugio na esperança,

em um caminho de luz,

procurando te encontrar.

E sei, lá estará você.

Nossas almas amantes

guardam com carinho

o delicado tempo

que vivemos a nos amar.

Os pensamentos da alma,

seguem no caminho de luz

Vivendo os momentos enternecidos

Por um amor nunca esquecido.

 

 
 

Tube: moça: Tocha paisagem: Google

Todos os direitos reservados