POESIA DA MINHA VIDA

Esther Ribeiro Gomes



Num pedaço de papel,

derramo meu coração,

traço meus versos ao léu,

escrevo com emoção!



Minh’alma flutua ao vento,

a tristeza vai embora,

liberto meu pensamento,

momento de paz, agora...



A poesia é minha vida,

jogo-me nos braços dela,

faz-me sentir tão querida,

me acarinha, me faz bela!



Preenche minha solidão,

me faz sonhar acordada,

libero toda emoção,

não me sinto aprisionada!



Ah, poesia, és meu encanto,

és o perfume da flor,

poetar é meu acalanto,

vestes minh’alma de amor!

 



OUTONO EM MINHA VIDA

Esther Ribeiro Gomes



É outono em minha vida...

Despeço-me das folhas velhas

que teimam em permanecer

nos meus sonhos alados,

com tatuagens do passado,

em forma de saudade...

Quero de volta a felicidade!



É outono em minha vida...

Quero abrir outros espaços,

para novas folhas se aconchegarem

e renascer em muitos abraços,

descortinando outros laços,

em busca de mim!



Quero me vestir de folhas novas

e, vaidosa, esperar a primavera,

escancarando a janela,

para um perfume de quimera

impregnar em mim!

 




DETALHES QUE MARCAM

Esther Ribeiro Gomes



Em cada segundo do agora,

procuro viver emoções...

A vida passa, não demora,

não posso ter ilusões...



Volto o olhar ao passado,

e surgem belas recordações,

momentos que se foram, alados,

além das brumas do tempo,

a voar nas asas do vento...



Mas alguns deixaram marcas

que ficaram tatuadas para sempre

e até hoje relembro, com emoção,

coisas que afagam meu coração...



São detalhes que deixaram lume,

um pequeno gesto, um suave perfume,

aquela música impregnada na alma

que ao escutar me acalma,

pequenos momentos tão ternos,

que se fizeram eternos!